A escola

“E chamou Deus à luz Dia; e às trevas chamou Noite; e fez-se a tarde, e fez-se a manhã, dia primeiro.”

A Máquina de Emaranhar Paisagens
Herberto Helder

Uma escola não é tão só um lugar de passagem; é também um lugar definidor de futuro, uma espécie de alicerce onde assentam as nossas aprendizagens todas. As que são do foro científico, as que são do foro artístico, as que são do foro das emoções. Os afetos que se criam, criam ideias de vida, acrescentam saber ao próprio saber e deixam-nos fortalecidos para as agruras da profissão. Há trinta anos que tentamos desenhar uma ideia de escola que responda aos anseios dos alunos, e até dos professores; uma escola que seja casa que, como num teatro, tem as janelas viradas para dentro e será dentro desta casa que a família se fortalece… O que fazemos aqui, ou tentamos, é, pois, criar com o jogo que o teatro nos proporciona um caminho que se quer claro e definidor de valores éticos, técnicos e artísticos. É jogar, fundamentalmente, com os sentidos e estar atento a tudo quanto nos rodeia. É criar mundo para o mundo. É refletir os seres humanos nesse mundo; e é olhar o outro como fermento para cozer o nosso próprio pão. A escola será assim, o lugar de memória futura; o lugar do próprio futuro.

António Capelo

 

 

 

CURSOS >