Interpretação

Curso de Interpretação da ACE Escola de Artes Famalicão

O curso de Interpretação, com coordenação de Helena Machado, visa desenvolver um conhecimento sistemático e uma consciencialização artística do intérprete e do fenómeno teatral, na sua vertente teórica e prática. Procura formar profissionais capazes de interpretar diferentes tipos de personagem em diferentes áreas.

Indicado para os interessados em interpretação: teatro, dança, canto, música, cinema, televisão, etc.

  • – Despertar o aluno para os seus sentidos, o seu corpo, o seu processo de auto conhecimento, a sua relação e forma de estar com o seu grupo de trabalho;
    – Desenvolver capacidades que possam promover a imaginação e a criatividade;
    – Fomentar a pesquisa de si próprio e dos outros, da História, da Cultura e dos acontecimentos do dia-a-dia;
    – Compreender a mensagem, os seus conteúdos históricos, sociais e políticos, assim como perceber e sentir a sua importância para a personagem que interpreta;
    – Adquirir um conjunto de técnicas e ferramentas que permitam abordar diversos registos (teatro, dança, performance, teatro musical, cinema, televisão, etc.);

  • O curso de Interpretação forma profissionais capazes de criar e interpretar personagens nas áreas de
    Teatro | Dança | Teatro Musical | Performance | Cinema | Televisão | Publicidade | etc.

  • Descarregue aqui o plano de estudos:
    Plano Curricular

  • COMPONENTE SOCIOCULTURAL
    Português | Carolina Pinto
    Inglês | Sofia Silva
    Área de Integração | Clara Santos
    TIC | Alexandre Silva
    Educação física | Virgílio Guimarães

    COMPONENTE CIENTÍFICA
    História da Cultura e das Artes | Helena Machado
    Psicologia | Jorge Pereira
    Dramaturgia | Helena Machado, Sara Barbosa e Nuno M Cardoso

    COMPONENTE TÉCNICA
    Interpretação e FCT | Ana Luena, António Durães, António Afonso Parra, Bruno Martins, Cristina Carvalhal, Elmano Sancho, João Paulo Costa, Jorge Pinto, Lígia Roque, Luísa Pinto, Manuel Tur, Margarida Gonçalves, Miguel Eloy, Nuno M Cardoso, Paulo Calatré, Pedro Lamares e Tiago Correia
    Voz e Expressão Oral | Emília Silvestre e João Castro
    Movimento | Ana Gormicho, Diogo Oliveira, Inês Lua, João Albergaria e Susana Madeira
    Canto | Ana Celeste Ferreira
    Yoga | Daniel Duarte
    Cinema/TV | Nuno Rocha e Vicente Alves do Ó

  • A Prova de Aptidão Profissional constitui um elemento nuclear do Projeto Educativo da ACE Escola de Artes configurando-se como um “ritual de passagem” entre o universo escolar e a prática teatral profissional. Após três anos de formação, os alunos finalistas confrontam com o público, com o meio e com um júri alargado constituído por criadores, técnicos, diretores de teatros, críticos e representantes das associações profissionais, o resultado das suas aprendizagens numa área específica (interpretação). A Prova de Aptidão Profissional constitui uma real prática simulada em contexto profissional que se realiza no Grande Auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, fazendo parte integrante da sua Agenda Cultura do mês de julho.

  • A disciplina de Formação em Contexto de Trabalho está organizada em regime de projeto. Os projetos são momentos nucleares de formação em que são, em algumas ocasiões, interrompidas as atividades letivas regulares e os alunos são integrados num contexto simulado de produção profissional de um espetáculo teatral. Esse projetos são apresentados, na sua grande maioria, nas instalações da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, parceiro número um da ACE Famalicão.
    Os alunos estão envolvidos nas várias fases da FCT (concepção, montagem e ensaios, apresentação a público e desmontagem) e na construção coletiva do espetáculo, perspetivando-se, desta forma, o desenvolvimento de uma atitude ética, técnica e artística profissional.
    Os projetos de FCT podem, também, desenvolver-se num âmbito mais experimental, em regime de seminário ou oficina.