A ACE NA CONSTRUÇÃO DAS OFERTAS FORMATIVAS TÉCNICAS E ARTÍSTICAS NOS PALOP

No âmbito do programa de cooperação com os países africanos de língua portuguesa e Timor-Leste, desenvolvido pelo Instituto Camões, PROCULTURA, as professoras e os professores da ACE Escola de Artes integram a equipa de consultores peritos para a conceção de novas ofertas de formação nas áreas de Figurinos, Luz e Som em S. Tomé e Príncipe, Guiné Bissau e Angola.
O modelo e experiência da ACE Escola de Artes está a ser usado como base de construção destas ofertas formativas que visam dinamizar e qualificar o tecido artístico e cultural destes países, num processo que reconhece e legitima a qualidade e especificidade da oferta da escola.
Neste processo de partilha de experiências e apoio, consolida-se o papel da ACE à escala nacional e criam-se novas oportunidades para os técnicos e técnicas formados/as e a formar na escola, uma vez que este processo de qualificação e dinamização de parcerias internacionais implica igualmente a identificação de profissionais capazes de acompanhar e orientar os processos de formação e traduzir-se-á, assim se espera, num maior dinamismo e profissionalização de meios e contextos de trabalho no espaço da lusofonia.
Na foto, a Cearte, em Luanda, uma das escolas que acolhe esta iniciativa.