20 anos: Mostra Retrospetiva Joana Providência

Integrando a direção artística da companhia, Joana Providência traz uma contribuição fundamental ao caráter eclético do projecto que investe, programaticamente, na diversificação de criações na amplificação de públicos. Partindo de um trabalho coreográfico orgânico o universo criativo de Joana Providência é de raiz transdisciplinar articulando as linguagens do teatro, da dança, da música e do vídeo.

Mecanismos

“Gestos como corpos temos todos/ Todos somos corpo/ mal ou bem o corpo com os variados gestos/ viciados e repetitivos os gestos tiques, gaguêz do corpo/ do corpo fragmentado/ atravessado por signos autónomos/ autómatos/ o corpo a dizer, a representar, onde a narrativa coreográfica surge do descontínuo, da justa posição/” Joana Providência

In-Tensões

“O discurso do amor é, normalmente, um envelope liso colado à Imagem, uma luva macia que rodeia o ser amado” (Roland Barthes). Essa pulsação primitiva, que celebra o movimento dos corpos é o ponto de partida do espectáculo de Joana Providência In-Tensões, cuja coreografia impele ao movimento Amoroso, atópico por excelência: o da perda agónica, da exuberância da espera em volúpia, enfim, da escravidão dos sentidos: o louco de amor. Esta alegoria do desejo em que cada gesto é já palavra e discurso, reveste os corpos de um latejar único, simples, que corta em consciência o discurso frenético do dia a dia, pois mesmo aqui não sublima. É único. “Eis o que eu sou: É o prazer narrativo que (…) enche e atrasa o saber (…) No encontro de amor, salto sem cessar, sou ligeiro” (Ibidem)

 

De JOANA PROVIDÊNCIA

Com ANABELA SOUSA, ANDREAS DYRDAL, SUSANA CERQUEIRA, VERA SANTOS e ANTÓNIO JÚLIO (Mecanismos)

Iluminação JOSÉ CARLOS GOMES

Figurinos LOLA SOUSA

Apoio à Realização Plástica SUZETE REBELO

Coordenação de Montagem NELSON LIMA

 

Mão na Boca

Mão na Boca nasce de um desafio lançado pelo Museu de Arte Contemporânea de Serralves, à coreógrafa e membro da direção artística da companhia, Joana Providência. Sob um palco coberto de terra, é invocado/evocado o universo ficcional de Paula Rego, uma das mais emblemáticas artistas plásticas da atualidade, numa dimensão não ilustrativa, mas perspetivando o corpo enquanto veículo de uma narrativa preenchida de desejos, medos e tensões. Para Joana Providência a criação de Mão na Boca ”desenvolveu-se num duplo sentido: por um lado, constituíram-se como impulsos geradores do processo as gravuras, os desenhos e as pinturas de Paula Rego e os universos de conto/fábula/romance que são a sua moldura; por outro lado, configuraram-se como motes do trabalho as marcas escondidas, ou menos legíveis, de uma memória: os seus medos, os seus sons, o seu imaginário”.

A articulação de uma triologia de corpos em fricção com a exploração multidisciplinar do espaço cénico distingue este trabalho coreográfico de grande organicidade.

 

Direção JOANA PROVIDÊNCIA

Intérpretes ANABELA SOUSA, ANTÓNIO JÚLIO e VERA SANTOS

Figurinos RUTE MOREDA E SANDRA MARINHO

Iluminação JOSÉ CARLOS GOMES

Sonoplastia LUÍS ALY

 

Ladrões de Almas

Co-produção com Culturgest onde estreou em 2008. Um dispositivo cénico, de grande impacto plástico, enquadra o espectáculo que cruza o conto de Herberto Helder com um conjunto de testemunhos reais de pessoas que vivenciaram a experiência da “salvação”.

 

Direção JOANA PROVIDÊNCIA

Intérpretes AINHOA VIDAL, ANTÓNIO JÚLIO, ANDREAS DYRDAL, ANDREA MOISÉS e TÂNIA MATOS

Pesquisa, Realização e Edição Vídeo EVA ÂNGELO

Espaço Cénico e Adereços SUSETE REBELO

Figurinos e Adereços de Actor CATARINA BARROS

Iluminação JOSÉ CARLOS GOMES

Sonoplastia LUÍS ALY

Tai-Chi DIOGO SANTANA

 

Textos Secretos

Projeto de vídeo/ instalação, coproduzido com o FIMP em 2006, que articula o mundo visual dos lenços dos namorados com múltiplos testemunhos de “amantes, amores e namorados”.

 

Direção JOANA PROVIDÊNCIA

Captação e Edição Vídeo EVA ÂNGELO

Animação Vídeo BERNARDO SANTARÉM

Direção Técnica JOSÉ NUNO LIMA

Sonoplastia RUI FILIPE LIMA e SÉRGIO MARTINS

Desenho SUSETE REBELO

Foto lenços de namorados EGÍDIO SANTOS

Com ALCINA FERREIRA e OCTÁVIO FERREIRA, REGINA PINTO e VERÍSSIMO PINTO, MARIA PROVIDÊNCIA e MORÃO DIAS, PATRÍCIA LIMA e PAULO HERBERT e CAROLINA ROCHA e DIOGO REIS

Informações

6 a 8 de março de 2009, no Auditório da ACE, Praça Coronel Pacheco, n.1

18 a 20 de março de 2009, no Theatro Circo, em Braga

1 a 5 de abril de 2009, no Mindelact, em Mindelo, Cabo verde