Bonecos de Santo Aleixo

Vamos ficar a conhecer um pouco melhor esta expressão viva da marioneta tradicional portuguesa: o essencial dos meios utilizados é composto por um lugar de representação chamado retábulo, construído em madeira e tecidos floridos, reproduzindo um palco tradicional em miniatura com pano de boca, cenários pintados em papelão e iluminação própria (candeia de azeite); os Bonecos são realizados em madeira e cortiça, medem entre 20 e 40 centímetros de altura e são vestidos com um guarda-roupa que permite, como no teatro naturalista, identificar as personagens da fábula contada. A música (guitarra portuguesa) e as cantigas são executadas ao vivo. Os textos, transmitidos oralmente, resultam de uma fusão entre a cultura popular e uma escrita erudita.

Quem nunca viu os Bonecos de Santo Aleixo, não vai querer perder a oportunidade de conhecer esta pedra preciosa do nosso património cultural. Quem já viu… pode voltar a ver e a maravilhar-se.

Autoria TRADIÇÃO POPULAR
Interpretação ANA MEIRA, GIL SALGUEIRO NAVE, ISABEL BILOU, JOSÉ RUSSO e VICTOR ZAMBUJO
Acompanhamento Musical (guitarra portuguesa) GIL SALGUEIRO NAVE

M/6
Duração Aproximada: 100′
14 de outubro – 21:30