O Teatro da Amante Inglesa

11 e 12 de janeiro, às 21:30, no Palácio do Bolhão

 

O Interrogador: Confessou ser a autora da morte da sua prima Marie-Thérèse Bousquet?

Claire:  É verdade.

Marguerite Duras, O Teatro da Amante Inglesa

 

Quem foi esta mulher que assassinou a prima e dispersou os pedaços do  cadáver pelo viadutos do caminho de ferro? A notícia tocou Marguerite Duras. E  o facto de a criminosa  nunca ter parado de fazer perguntas sobre o que fizera e porquê. “Quem é esta mulher?” chamou-se a primeira versão feita em Portugal deste texto seco, duro e frio.

 

de MARGUERITE DURAS

Tradução LUÍS FRANCISCO REBELLO

Com ISABEL MUÑOZ CARDOSO, JOÃO MEIRELES e PEDRO CARRACA

Cenografia e Figurinos RITA LOPES ALVES

Luz PEDRO DOMINGOS

Encenação JORGE SILVA MELO 

Informações e reservas

Informações e reservas: bilheteira@ace-tb.com ou 222 089 007

M/12

Fotografias de Jorge Gonçalves