Porto, Granito e Sonho

Porto, Granito e Sonho é um evento teatral de rua sobre a natureza e o espírito de uma cidade que ao longo da sua história tem sido, simultaneamente, bastião político e comercial e pátria cultural e artística.

O espetáculo evoca os últimos séculos portuenses num olhar de múltiplas dimensões: a sua vida quotidiana (as festas barrocas, os dandismos românticos, a despedida dos que emigram…) e os seus grandes momentos políticos. Da agitada e violenta primeira metade do século XIX marcada pelas invasões francesas, passando pelo Cerco e pela guerra civil, até ao discurso pela liberdade de Humberto Delgado, a memória do Porto constitui-se como um pano de fundo, argumento para imagens teatrais significativas a instalar no coração da Baixa portuense, deste modo transformada numa extraordinária cenografia épica do evento.

Celebração da identidade e festa coletiva feita para unir população local e viajantes, em Porto, Granito e Sonho os tempos e os espaços misturam-se para dar voz ao que é essencial e perene – a alma da urbe que deu vida aos grandes momentos da liberdade e ao amor de um Rei-Soldado que lhe outorgou o coração.

 

 

 

Direção Artística ANTÓNIO CAPELO, ANTÓNIO JÚLIO, JOANA PROVIDÊNCIA, JOÃO PAULO COSTA e PEDRO FIÚZA

Assistência ANABELA SOUSA e BEATRIZ FRUTUOSO

Apoio Voz e Elocução TERESA LIMA

Participantes ATORES PROFISSIONAIS, ALUNOS DA ACE ESCOLA DE ARTES, ALUNOS DA ESAP (ESCOLA SUPERIOR ARTÍSTICA DO PORTO), ALUNOS DO CURSO REGULAR DO SERVIÇO EDUCATIVO DA ACE TEATRO DO BOLHÃO, ALUNOS DA UATIP (UNIVERSIDADE DO AUTODIDACTA E TERCEIRA IDADE DO PORTO), ATORES AMADORES, CORAL AMIGOS DA MÚSICA DE ESPINHO, CORAL DE LETRAS DA UP; ESCOLA DE BALLET CUCA ANACORETA, ESCOLA DE BALLET FERNANDA CANOSSA; MÁQUINAS DO TEMPO, NEFUP – NÚCLEO DE ETNOGRAFIA E FOLCLORE DA UNIVERSIDADE DO PORTO)

Direção Musical Parada e R. das Flores MAESTRO ERNESTO COELHO

Direção Musical Largo de S. Domingos MAESTRO FAUSTO NEVES

Participação CORAL DOS AMIGOS DA MÚSICA DE ESPINHO

Soprano SÍLVIA LOBO

Direção Musical MAESTRO BORGES COELHO

Participação CORAL DE LETRAS DA UP

Músico ANTONY FERNANDES

Cenografia e Adereços CRISTÓVÃO NETO e SUSETE REBELO

Adereços FILIPE MENDES e NUNO ENCARNAÇÃO

Apoio Adereços JOÃO FREITAS e MARINE SANTOS

Figurinos e Adereços de Ator CATARINA BARROS, CÁTIA BARROS, LOLA SOUSA e PAULA CABRAL

Adereços de Ator ANA ISABEL NOGUEIRA e ISABEL PEREIRA E MARIA SIMÕES

Assistência Figurinos e Adereços JOANA ABREU e ROSANA AMORIM

Apoio Figurinos e Caraterização ANA BARROS, ANA MONTEIRO, BEATRIZ MARTINO, CATARINA TEIXEIRA, CATARINA VERDELHO, LARA COUTO, MARIANA COSTA, JESSICA PINTO, SANDRA SILVA, SARA ALEGRIA e LUÍS PINHO (CALÇADO)

Execução de Figurinos MESTRE MARIA DA GLÓRIA COSTA, ANA FERNANDES, ROSA MARIA, ASSUNÇÃO PEREIRA, ASSUNÇÃO AGUIAR e MANUELA RIBEIRO

Sonoplastia FÁBIO FERREIRA e JOSÉ CARLOS MENESES

 

Direção Técnica PEDRO VIEIRA DE CARVALHO

Direção de Cena SOFIA PERALTA

Coordenação Técnica CÁRIN GEADA E JOÃO MARTINS

Operação e Montagem Som ARTUR PINHEIRO, ZÉ CARLOS M., FÁBIO FERREIRA e JOÃO PEDRO

Apoio Técnico BRUNA SILVA, BRUNO CAPELO, FREDERICO FERRO, GONÇALO TEIXEIRA, JOÃO MONTEIRO e MIGUEL SANTOS E MIGUEL F.

Maquinaria ANTÓNIO QUARESMA e FILIPE SILVA

Divulgação DANIELA FERREIRA E GABRIELA POÇAS

Vídeo TUNDRA FILMES

 

Assistência de Produção ANABELA SOUSA, B. FRUTUOSO, CLÁUDIA MADUREIRA e TERESA N.

APOIO À PRODUÇÃO ALBERTO ELÍSIO, ALDA SILVA, BRUNO CÉSAR, CRISTINA F., LARYSA E  NUNO MARTINS

Produção ACE TEATRO DO BOLHÃO / GLÓRIA CHEIO E PEDRO APARÍCIO

 

Informações

27 de junho de 2015. das 18.00 às 20.00

Estação de S. Bento, Rua da Madeira, Rua das Flores e Largo de S. Domingos

 

No âmbito do Projeto Locomotiva, promovido pela PortoLazer, a ACE Teatro do Bolhão vai ocupar o centro histórico do Porto com um grande evento: Porto, Granito e Sonho.

5 encenadores dão voz a mais de 400 participantes, entre os quais atores, alunos da ACE Escola de Artes, amadores, Grupo de Coral de Letras, NEFUP, alunos da UATIP, Coral Amigos da Música de Espinho, ESAP; e muitos outros; ocupam ruas e fachadas, evocando a identidade e o espírito da cidade

Fotografias de Cristina Pinto e Pinto