Subterrâneo

o fim dos fins é não fazer nada

 

acolhimento | Ao Cabo Teatro

18 a 21 de maio

quinta a sábado, às 21:30; domingo, às 16:00

no Salão Nobre do Palácio do Bolhão

 

A partir de Cadernos do Subterrâneo de Fiódor Dostoiévski

Sou um homem doente… Sou um homem mau… Sou um homem antipático… Acho que sofro do fígado, mas não percebo nada da minha doença, nem sequer sei ao certo o que me faz sofrer. Não me trato, nem nunca me tratei, apesar de ter alguma consideração pelos médicos. E se os considero é porque sou supersticioso… Sou muito instruído, não devia, portanto, ter superstições, mas tenho‐as, pronto. Ninguém tem nada a ver com isso… Não me trato por pura maldade.

 

Vinte anos depois de uma experiência marcante no seu percurso, Nuno Cardoso volta como ator a SUBTERRÂNEO, partindo do texto homónimo de Dostoiévski, que definiu o mundo que criou nessas paginas como “estranho, áspero e louco”. Desta vez com encenação de Luís Araújo e com uma nova dramaturgia, SUBTERRÂNEO é a voz de um homem acossado que se entrega a um monólogo pleno de desencontros e contradições. A peça parte de “Cadernos do Subterrâneo”, ponto de viragem na obra de Dostoiévski, que antecederia e marcaria as suas principais obras, despertando de forma implacável uma nova consciência sobre o lugar do homem na sociedade e avançando para territórios não explorados da literatura, o que levaria George Steiner a considerá‐lo, em termos formais, o mais decisivo texto para a modernidade literária. SUBTERRÂNEO é um monólogo que constantemente se reinventa como falso diálogo com interlocutores imaginários, fingindo respostas que de imediato desmonta, num jogo de espelhos onde fuga e confronto se equivalem, aqui exposto na solidão do palco.


Encenação LUÍS ARAÚJO

Interpretação NUNO CARDOSO

Dramaturgia LUÍS ARAÚJO e NUNO CARDOSO, a partir de “Cadernos do Subterrâneo”, de Fiódor Dostoiévski

Cenografia TIAGO PINHAL COSTA com LUÍS ARAÚJO

Desenho de Luz RUI MONTEIRO

Sonoplastia PEDRO AUGUSTO

Direção de Produção PEDRO JORDÃO

Produção Executiva ALEXANDRA NOVO

Direção Administrativa e Financeira JOSÉ LUÍS FERREIRA

Design gráfico DROP.PT

Coprodução CENTRO CULTURAL VILA FLOR, CENTRO DE ARTES DE OVAR, THEATRO CIRCO

Apoios STAEDTLER, ANJOS URBANOS

Informações e Reservas

Duração aproximada 75’

M/12

 

Informações e reservas: bilheteira@ace-tb.com ou 222 089 007