O Serviço Educativo

O Serviço Educativo da ACE Teatro do Bolhão projecta-se num espaço onde coabitam um teatro, uma escola e um palácio. Nesse universo de potencialidades pretende sempre que possível funcionar como motor de articulação destas diferentes dimensões, potenciando-as e intervindo para a consolidação de um todo que se apresenta verdadeiramente interessado em proporcionar experiências que sejam realmente significativas para e com todos aqueles que contribuem para a sua vitalidade. O nosso trabalho ambiciona assim a valorização da força de cada uma destas realidades e cuidar da relação que estas estabelecem, entre si, mas sobretudo, com um outro, que lhes dá sentido, o público, uma relação que entendemos ter de ser cuidada e estabelecida com compromisso. Nesta necessidade de construir elos, ligar pessoas, ideias, emoções e construir sentidos, a principal proposta é a de nos abrirmos à comunidade e partilharmos a força, a urgência, o desafio do protagonista deste edifício nos dias de hoje – o teatro!

Firmes nestas ideias, temos trabalhado no sentido de desenvolver o campo da formação, sobretudo nas áreas do teatro e da dança contemporânea – apresentando propostas que vão ao encontro de diversas expectativas e necessidades. Por um lado, temos investido esforços no desenvolvimento dos nossos cursos de aulas continuadas, assumindo como propósitos a formação e fidelização de públicos, acreditando num futuro melhor para os nossos artistas e em geral para o mundo. Por outro, a dimensão de escola de teatro, possibilita-nos igualmente desenvolver uma formação especializada de qualidade a partir do contacto com diferentes criadores de áreas específicas do teatro que contribuam para uma formação contínua dos profissionais desta área (que aliás entendemos ser de extrema importância para estes profissionais). E ainda, através da colaboração com as escolas desenvolvemos também a área da formação, propondo atividades a partir dos espetáculos que aqui apresentamos, de modo a tornar a ida ao teatro um motor de encadeamento de um conjunto de aprendizagens assentes na construção de uma maior autonomia crítica e criativa a partir da fruição e leitura orientada de um espetáculo. Nesta relação com as escolas, temos ainda de referir que é com grande entusiasmo que acolhemos os desafios que nos propõe, de levar o teatro até si, quer através do projeto Teatro Portátil, quer através de pedidos de propostas de formação para os seus grupos de teatro, para os seus professores, ou ainda para os seus alunos, em contexto de aula.

Salientamos ainda uma outra iniciativa, o grupo de Teatro Amador – por representar o nosso reconhecimento do forte desejo que encontramos nas pessoas de fazerem teatro e igualmente a consciência da nossa responsabilidade em lhes proporcionar essa oportunidade.

Aliado a este objetivo, assumimos o propósito de desenvolver formações válidas para diferentes públicos, desde profissionais e estudantes do teatro até ao público em geral, abrangendo igualmente diferentes idades.

E ainda, um último desejo, o de que o Serviço Educativo contribua verdadeiramente para a devolução deste espaço à cidade, enquanto parte da sua história…que esta história continue…que este palácio seja por muitos visitado e vivido…que não o façam apenas de passagem mas uma relação realmente se crie…que assim se inscreva este edifício nos dias de hoje…que a sua voz seja o teatro, como um todo, de que todos estão convidados a fazer parte.

Cristiana Castro

 

Coordenação artística, pedagógica e de programação CRISTIANA CASTRO

Coordenação de produção GLÓRIA CHEIO

Secretariado CLÁUDIA MADUREIRA