laboratório de clown com margarida gonçalves

CICLO – NOVAS DRAMATURGIAS DO CLOWN

 

Este ciclo desafia criadores e intérpretes – de cujo trabalho sobressai a exploração de potencialidades do clown – a desenvolverem um laboratório e, assim, definirem um plano de formação que certamente incluirá a partilha dos seus próprios processos e a reflexão. O objetivo é simultaneamente o de contribuir para o desenvolvimento desta linguagem, bem como, o de proporcionar a todos os(as) interessados(as) o encontro com os(as) autores(as) das novas dramaturgias do clown –  responsáveis pela forma como esta linguagem se inscreve na criação teatral nos nossos dias.

LABORATÓRIO DE CLOWN COM MARGARIDA GONÇALVES 
O objetivo deste workshop é exercitar a criatividade através do teatro físico e da técnica clown. Analisar o movimento, descobrir ou redescobrir o nosso corpo e a forma como comunica. A técnica clown será usada para complementar essa pesquisa. A sua dinâmica pode ser um bom ponto de partida (ou de chegada). O uso da mais pequena máscara vai criar uma outra dinâmica na comunicação física de cada corpo. Será mais uma ferramenta para o trabalho de criação e de procura da verdade no jogo do trabalho do ator. Vamos procurar o corpo disponível e que se surpreende.

Margarida Gonçalves

 

Margarida Gonçalves nasceu no Porto em 1975. Frequentou o Curso de Interpretação na ACE Escola de Artes e frequentou a École Philipe Gaulier, em Londres.
Iniciou o seu trabalho como atriz profissional em 1997, na companhia Teatro Bruto. Colaborou em produções no Teatro Nacional S. João, Companhia de Teatro de Almada, Chapitô, Companhia Paulo Ribeiro, Teatro Meridional, Teatro do Bolhão, entre outras.
Trabalho com Joana Providência, Alan Richardson, Peta Lilly, José Carretas, André Riot Sarcey, Marcos Barbosa, José Wallenstein, António Capelo, António Fonseca, Joaquim Benite, Rogério de Carvalho, John Mowat, Paulo Ribeiro, Ana Luena, Marta Lapa, António Júlio, Raquel S., Madalena Vitorino, entre outros.
Foi responsável pelo movimento nos espetáculos Uma Família Portuguesa, encenado por Cristina Carvalhal, e Deserto, Deserto, encenado por Carlos Avillez.
Leciona Teatro Físico e Clown na ACE Escola de Artes (Porto e Famalicão). O seu trabalho tem como base o movimento do ator e a sua formação tem vindo a reforçar esse mesmo trabalho. Faz parte da equipa de Doutores Palhaços da Operação Nariz Vermelho.

Público-alvo:  estudantes e profissionais de teatro, dança e circo.
Duração Total: 12 horas
Datas: 2, 9 e 16 de março
Horário: das 14h às 18h
Local: Palácio do Bolhão
Data Limite de Inscrição: 28 de fevereiro
Nº Min. e Máx. de Participantes: 12/19
Pré-inscrição Obrigatória: sereducativo@ace-tb.com

Valor com Seguro Incluído
Público Geral: 45€
Alunos e Ex-alunos ACE: 40€