Gonçalo C. Ferreira | IV

Gonçalo C. Ferreira

curso de 2013

 

Gonçalo_azul4 de Novembro, 1995, Porto. Em 2010 termina o 5º grau de Estudos Musicais, na AMCC (Porto), e em 2013 acaba o curso de Artes do Espetáculo, vertente de Interpretação da ACE Escola de Artes, no Porto. Tem desenvolvido as suas próprias criações (na sua maioria, performances), tornando isso o centro do seu trabalho. Apresentou os seus trabalhos no Teatro Taborda (Lisboa), 49 ZDB (Lisboa), no Teatro do Silêncio (Lisboa), no Teatro Municipal Campo Alegre (Porto), na malavoadora.porto, na CasAzul (Barcelos), no CAPC (Coimbra), na Fundação José Rodrigues (Porto) e no Clube Fenianos (Porto). Integra a equipa do projeto Cyborg Sunday, de Dinis Machado, enquanto intérprete/performer, tendo o projeto já sido apresentado no WELD (Estocolmo, Suécia, no SKOGEN (Gotemburgo, Suécia) e no Teatro Municipal Rivoli (Porto).

Como formação livre destaca o workshop “Ternura e Utopia” (Dinis Machado), “Outras escritas para teatro” (Teatro do Silêncio), o Atelier Aberto do CIAJG com Arlindo Silva e o workshop “B with People” (Marcelo Evelin) da Fundação de Serralves.

 

IV

Performance

17 e 18 de junho, Sala de Jantar, às 19:00

(Seguido de : de Mafalda Banquart, na Sala de Ensaio)

 

 

Este projeto é a continuação de uma reflexão sobre como criar uma “autobiografia”, sendo que o que acontece são autobiografias. Ficções que vão sendo construídas e vividas, através da tensão entre imagens e situações. Espaços, objetos e sensações que se vão fundindo com a “realidade” e que vão propondo outros lugares; lugares que procuram existir para além dos limites físicos, concretos, permitindo a sua materialização em qualquer espaço.

Apesar de partir da experiência e da construção do “amor”, nunca é sobre esse conceito, sobre esse “lugar”. É um projeto a partir de certas relações, momentos e vivências específicas. Uma espécie de exercício íntimo sobre a passagem do tempo no meu corpo, sobre a transformação das memórias num universo particular. Nele, tento recordar a vitalidade e o entusiasmo; uma direção que os gestos continham ao serem dedicações, rituais, presentes ou desejos.

Um projeto de GONÇALO C. FERREIRA

Criação, interpretação, cenografia, figurinos GONÇALO C. FERREIRA 

Acompanhamento Artístico DINIS MACHADO

Assistência de Encenação ISADORA MONTEIRO

Apoios Institucionais FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

Projeto desenvolvido em residência em COMPANHIA INSTÁVEL, TEATRO TABORDA | TRY BETTER FAIL BETTER’15,  TEATRO DO SILÊNCIO 2015 | PROJECTO PULSAR CARNIDE, TEATRO MUNICIPAL DO PORTO – CAMPO ALEGRE, CAPA

Coproduçao CORP. e BALLET CONTEMPORÂNEO DO NORTE

 

Informações e Reservas

Maiores de 12

Duração aproximada: 35′

 

Seguido de : de Mafalda Banquart, na Sala de Ensaio

Bilhete 3 euros

 

Bilheteira>

Informações e Reservas:bilheteira@ace-tb. com ou 222 089 007