Mafalda Banquart | :

MAFALDA BANQUART

curso de 2013

 

Foto_MafBazul2Mafalda Banquart nasceu a 8 de Abril de 1992 no Porto. Formou-se na ACE Escola de Artes, na vertente de Interpretação. O seu primeiro contato com a performance acontece em 2012, e resulta da pesquisa realizada no módulo de “Performance e Intervenção no espaço público”. A sua primeira criação intitulava-se [  ] e refletia sobre a necessidade de Silêncio e Tempo face à enorme quantidade de imagens, som e informação a que somos expostos, à velocidade dos nossos dias, ao overload. Ainda sobre este tema, cria em 2013, em conjunto com Tiago Jácome, a sua segunda performance, Randomsounds no contexto da inauguração de UIVO 2 – Mostra de ilustração do Fórum da Maia. Em 2013 torna-se co-fundadora da companhia Precipício, com quem cria Auto da Barca do Inferno e Bichos para o projeto Teatro Portátil do Teatro do Bolhão. De 2013 a 2016  dedicou-se sobretudo ao Teatro, destacando produções  como Fome Longe, e Almas Mortas encenações de António Júlio; Alice, encenação de Carlos J. Pessoa (coprodução TNSJ e Teatro da Garagem), e O nome da Rosa encenação de Pedro Zegre Penim e dramaturgia de Hugo van der Ding (co-produção Teatro Municipal Rivoli e Teatro Praga). Regressa em 2016 à criação, no contexto da VAGA Mostra de Artes e Ideias, com a performance  : .

 

:

PERFORMANCE | ESTREIA

17 e 18 de junho, na Sala de Ensaio

(precedida por  IV, de Gonçalo C. Ferreira, na Sala de Jantar, às 19:00)

 

: está entre o que foi dito antes e o que vai ser dito a seguir.

 

Criação e interpretação MAFALDA BANQUART

Vídeo PEDRO SANTASMARINAS

Fotografia INÊS DE CASTRO

Apoio à conceção plástica ROSA BESSA e TOMÁS GOMES

Caracterização AMARIA SIMÕES

 

Informações e Reservas

Performance precedida por  IV, de Gonçalo C. Ferreira, na Sala de Jantar, às 19:00.

 

Bilhete 3 euros

 

Bilheteira>
Informações e reservas: bilheteira@ace-tb.com ou 222 089 007

Fotografias de Igor Allen