Programação de mediação em torno do espetáculo Dêem-me Liberdade

Programação de mediação em torno do espetáculo Dêem-me Liberdade

AULA ABERTA, ENCONTROS, PALESTRAS E TERTÚLIAS NA ÓRBITA DO ESPETÁCULO DÊEM-ME LIBERDADE, com ênfase na Dramaturgia de Zeferino Mota – O Processo.

Ao longo de ano e meio, um conjunto de seis núcleos heterogéneos – uma universidade sénior, uma associação cultural vimaranense, um núcleo lusófono de Oslo, um projeto de integração de adolescentes, uma escola profissional de teatro e a equipa artística do espetáculo - trabalharam criativamente tendo como ponto de partida documentos de natureza bem diversificada, que testemunham a luta pela liberdade em Portugal entre 1820 e 1975, articulando-os com inquietações contemporâneas sobre os temas que o espetáculo reflete: para que serve a liberdade na sociedade de consumo? O desejo de ser livre pode vir a desaparecer nas sociedades do futuro?

Propomos espaços de partilha, desse processo implícito à dramaturgia do espetáculo, da autoria de Zeferino Mota, e de diálogo com o público, em torno do tema da Liberdade.

 

Lançamento do livro Dêem-me Liberdade e recital pela violinista arménia Ophelia Nanagyulyan - Palácio do Bolhão 

27 de junho, às 18h00

O livro integra o projeto editorial do Teatro do Bolhão. A propósito do seu lançamento e na presença do seu autor, Zeferino Mota, propomos um recital com a renomada violinista arménia, Ophelia Nanagyulyan e a leitura de Poesia da Arménia, pela voz de António Capelo.

 

O encontro como espaço de liberdade! 

29 de junho, às 17h00 

Um dos núcleos que ajudou a construir a dramaturgia de Dêem-me Liberdade constitui-se na Lusofonia Oslo, que nos propõe, agora, dinamizar uma comunicação sobre a sua experiência no âmbito deste projeto, bem como dar-nos testemunho do modo como celebraram os 50 anos do 25 de Abril, tendo como convidada a coordenadora do evento e impulsora na recolha dos vídeos. A esta comunicação orientada por Mário Lima Standht e Isabel Bertolo (da Lusofonia de Oslo) segue-se uma tertúlia sobre o conceito de liberdade.

Participação Gratuita (online)

Pré-inscrição obrigatória em sereducativo@ace-tb.com

Duração: 60 min.

 

30 de junho 

Conversa pós-espetáculo com a equipa artística de Dêem-me Liberdade, mediada pelo autor, Zeferino Mota

 

Quando somos livres, somos mais iguais

2 de julho, às 21h00 

Outro dos núcleos que ajudou a construir a dramaturgia de Dêem-me liberdade pertence ao Arco Maior, projecto Socioeducativo que acolhe jovens em situação de elevado risco de exclusão social. Leonardo Afonso e Mário Antunes apresentam uma comunicação, seguida de tertúlia sobre a Liberdade, com ponto de partida  no processo de criação textual junto desses jovens, bem como no projeto de gravação, participação e conceção de pequenos filmes, no qual foram desafiados a trabalhar no plano audiovisual textos escritos pelos outros núcleos envolvidos.

Participação Gratuita (online)

Pré-inscrição obrigatória em sereducativo@ace-tb.com

Duração: 60 min.

 

AULA ABERTA com Leonardo Afonso e Zeferino Mota sobre o processo de construção dramatúrgica e o espetáculo Dêem-me Liberdade

6 de julho, às 17h00

As AULAS ABERTAS são sessões orientadas pelas professoras e pelos professore da ACE Escola de Artes, dirigidas à sua comunidade de estudantes, bem como a outras comunidades vocacionadas e ao público do espetáculo em questão, com a intenção de, com recurso a suportes de apoio dramatúrgico criados para esse fim, abordar áreas da pedagogia teatral e artística, na órbita da programação do Teatro do Bolhão.

Participação Gratuita 

Palácio do Bolhão (Presencial)

Pré-inscrição obrigatória em sereducativo@ace-tb.com

Duração: 60 min.

 

Antes e depois da liberdade

7 de julho, às 18h30

A UATIP, escola sénior fundada em 1991, também participou na construção da dramaturgia deste espetáculo. Na criação textual surgida neste núcleo foi relevante a temática – “o antes e o depois da revolução do cravo”. Numa comunicação orientada por Zeferino Mota, seguida de tertúlia, partilha-se o processo de criação textual ocorrida na Oficina de Escrita da UATIP, e exibe-se um vídeo concebido pela Convívio Associação Cultural e Recreativa, em Guimarães (coordenado por Nuno de Carvalho Pacheco), a partir de um desses textos. 

Participação Gratuita (online)

Pré-inscrição obrigatória em sereducativo@ace-tb.com

Duração: 60 min.

 

Dêem-nos amor (almoço poético)

17 de julho, às 13h00 – Arco Maior

Em tempos de propagação do ódio, o apelo “dêem-nos liberdade” aproxima-se de “dêem-nos o amor”, ou seja, transformem a perseguição em acolhimento. O Arco Maior e a UATIP organizaram-se para, nas instalações do primeiro, servirem um almoço intercalado de poemas salgados, doces, picantes e até dietéticos.

Mais informações: sereducativo@ace-tb.com